+351 918 838 788

info@clinicaalexandrerovisco.com

Terapia da Fala

A Terapia da Fala é a área da saúde responsável pela prevenção, avaliação, diagnóstico, tratamento e estudo científico da comunicação humana e problemas relacionados, incluindo todos os processos associados à compreensão e produção da linguagem oral e escrita, assim como formas de comunicação não verbal. Engloba ainda a prevenção, avaliação e tratamento da deglutição. Esta especialidade destina-se a indivíduos de todas as idades, desde a neonatologia à geriatria.
 
Existem diversas áreas na Terapia da Fala das quais destacamos:
 
Comunicação Profissional – Num mercado cada vez mais exigente, competitivo e repleto de profissionais competentes e clientes exigentes, a diferenciação poderá estar na clareza com que as ideias são transmitidas, associada à credibilidade e profissionalismo. Visa-se o aperfeiçoamento das competências comunicativas com vista a uma comunicação mais eficaz, quer dentro da própria empresa como nas suas comunicações para o exterior.
 
Voz Profissional – A voz humana é um veículo comunicativo de excelência. Quando utilizada profissionalmente é intencional, está associada a padrões de estética, deve transmitir credibilidade e ter a resistência suficiente para as funções que desempenha.
 
Geriatria – A evolução natural da população e a tendência para o seu envelhecimento leva ao aumento do número de indivíduos com doenças incapacitantes. Verifica-se ainda um envelhecimento saudável, com mudanças funcionais graduais e que possibilitam a adaptação a um novo ritmo e mantendo qualidade de vida.  Neste sentido, o TF pode intervir em idosos com ou sem patologia, visando a sua adequação, adaptação, reabilitação ou manutenção das capacidades linguísticas e de deglutição.
 
Esta valência encontra-se disponível em todas as unidades Arte & Fala e em domicílios no distrito de Lisboa, Setúbal, Santarém e Porto. A Terapia da Fala tem actualmente desempenhado um importante papel relativamente à comunicação de líderes, políticos, gestores, cantores, actores, professores, educadores, operadores de telemarketing, e demais cargos com elevada exigência a nível da comunicação.

« Voltar